Como Controlar os Pensamentos Negativos

COMO CONTROLAR OS PENSAMENTOS NEGATIVOS

Eu não consigo fazer!

Isso sempre acontece comigo!

Todo mundo está me cobrando!

Iiiiii já sei como funciona…vai acontecer isso, isso e isso!

Não vai dar certo!

Quantas vezes já falou ou pensou nesse tipo de coisa?

Ter pensamentos negativos hoje em dia não nos ajuda mais pra muita coisa.

Mas então por que temos pensamentos negativos?

Pensamentos negativos existem porque foi uma forma que nossa mente encontrou para garantir nossa sobrevivência.

Já imaginou você lá na época da pré-história…você vê um leão, acha ele lindo demais, e vai logo se aproximando esticando a mão: “Ohhhh que gatinho mais lindo!”.

Se sua mente não ativar os pensamentos negativos:

– “Ele tem dentes afiados,

– ele corre mais rápido que eu,

– ele é carnívoro,

– não terei chance de sobreviver se ele me pegar…”

Você rapidamente seria devorado no seu primeiro momento de ternura com o leão.

Pois é, os pensamentos negativos agem como um instinto de sobrevivência. Eles são ativados sempre que a mente se depara com algo que ela considera ameaçador. E, hoje, no mundo em que vivemos, que a todo momento nos deparamos com situações novas, objetos novos, tecnologias novas, experiências e pessoas novas, a mente, muitas vezes, não sabe como deve agir, como controlar as situações, então ela fica criando diversos pensamentos negativos para nos prevenir das coisas.

Só que se toda vez que ela lhe der um pensamento negativo, você dar asas à sua imaginação nesses pensamentos negativos loucos que a mente te deu, é como se estivesse dizendo assim para ela: “nossa verdade,  você tem toda razão… tenho que pensar nisso, e nisso, e nisso…”.

Então….

Trago aqui para você algumas dicas, algumas técnicas que estarão lhe auxiliando a “virar sua chave mental”, a substituir pensamentos negativos em positivos.

 

TÉCNICA “RETIRANDO AS ÁRVORES”:

Hicks (2007), traz um excelente exemplo para aprendermos a diminuir as nossas resistências mentais: “Se você estivesse dirigindo um carro a 160 Km/h e batesse em uma árvore, sofreria um grave acidente. Entretanto, se você batesse na mesma árvore a 8 Km/h, o resultado seria totalmente diferente. A velocidade do carro é como o poder do seu desejo. Em outras palavras, quanto mais você deseja algo ou quanto mais tempo leva se concentrando no seu desejo, mais rápido a energia (vontade) se move. A árvore representa a resistência ou os pensamentos contraditórios que podem estar presentes.” Porém, para não batermos na árvore, nossa tendência é diminuir a velocidade do carro, mas fazer isso é a mesma coisa que negar, ignorar ou amenizar nosso próprio desejo. A melhor solução é reduzir o nível da resistência, ou seja, retirar as árvores do caminho, retirar os pensamentos que nos fazem diminuir a velocidade de nosso carro.

“A chave para ser bem sucedido depende da capacidade de se libertar da resistência. Quanto mais alegre você for, menos resistência terá.” (HICKS, 2007, pág 121)

 

TÉCNICA “- PARA +”:

Quando se der conta de estar experimentando emoções negativas e quiser mudar a maneira de sentir, utilize a técnica “- Para +”: Olhe a sua volta, pergunte-se “Quais são as coisas boas e bonitas que estão sempre à sua frente, mas que passam desapercebidas?”. Encontre e concentre-se em algum objeto que lhe dá prazer. Pense sobre as lembranças ou sensações boas que esse objeto traz para você. A tendência é que pensamentos negativos começam a ficar mais enfraquecidos e pensamentos positivos ganhem força. Depois troque de objeto, escolha outro que também lhe cause sensações boas. Tome consciência dessas sensações positivas que começarão a prevalecer e vivencie esse momento no aqui-agora.

Sempre que você aprecia alguma coisa, elogia algo ou tenta tirar o melhor proveito de um acontecimento, está escolhendo manter pensamentos e sensações positivas e, quando está bem consigo mesmo, aumenta consideravelmente suas chances de conseguir produzir mais e melhor.

 

TÉCNICA “EU DESEJO”:

Para que consiga desativar um pensamento e ativar outro no lugar, é necessário que esteja claro para você, o que você realmente deseja.

É frequente as pessoas dizerem: “Não estou feliz aqui, gostaria de estar lá!”. Mas quando lhe perguntam o que desejam no outro lugar – no – em geral explicam apenas o que há de errado aqui.

A técnica “Eu Desejo” lhe ajuda a escolher as experiências que você deseja transformar em Verdades, concentrar a energia de sua mente naquilo que realmente fará a diferença em sua vida – em seus objetivos. É uma técnica que lhe auxilia a disciplinar seus pensamentos e emoções para aquilo que realmente irá lhe impulsionar para atingir seus objetivos.

  1. Utilize seu “poder de teletransportação” e imagine-se já tendo conquistado determinado objetivo e todos os detalhes que envolvem esse objetivo: onde estará, o que estará fazendo, quais pessoas estão presentes, o que você estará sentindo naquele momento. Use a sua imaginação para transformar o mais real possível a experiência. Faça de conta que ele já faz parte da sua experiência e deixe seus pensamentos fluírem rumo ao prazer de experimentá-lo.

Obs.: Se você estiver com dificuldade para utilizar seu “poder de teletransportação”, faça o Jogo da Prosperidade:

– Abra uma conta bancária imaginária: anote em um papel a data de hoje e deposite R$ 1.000,00.

– Gaste todo esse dinheiro: vá anotando todas as coisas que gostaria de comprar ou de fazer até gastar R$ 1.000,00.

– No segundo dia, deposite R$ 2.000,00. Faça o mesmo procedimento, gaste tudo! Obs.: Caso tenha sobrado algum valor do dia anterior, some ao seu saldo atual e continue gastando.

– No terceiro dia, deposite R$ 3.000,00 e repita o procedimento.

– Faça esse jogo durante 20 dias (no mínimo).

Ao jogar durante semanas, você começará a se concentrar realmente para gastar aquela quantia. Com isso, sua capacidade de imaginar se expandirá extraordinariamente.

 

  1. Mantenha-se concentrado na ideia durante 68 segundos para que a força do seu pensamento seja forte o suficiente para a mudança de sua manifestação (emoções).

Obs.1: Preste atenção para ver se está concentrando sua atenção na posse do seu objetivo ou na ausência dele. Quando os pensamentos correspondem verdadeiramente ao seu desejo, você se sentirá bem – suas emoções serão de contentamento, expectativa otimista e alegria. Mas, se você se concentrar na falta daquilo que deseja, sentirá pessimismo, preocupação, desânimo, raiva, insegurança e depressão. Sua atenção deve estar no desejo e não na ausência dele.

Obs.2: Vale lembrar que quando falamos em ser otimista, não significa mentir para si mesmo, mas sim em ser um otimista realista. Hicks, 2007 fornece um ótimo exemplo sobre ser otimista realista:

“Quando você dirige seu carro de um lugar para outro, tem consciência de qual é o ponto de partida e o de chegada. Você sabe e aceita que não pode chegar ao seu destino instantaneamente, que será necessário percorrer uma determinada distância, num certo tempo. Embora possa ficar ansioso para chegar logo, e talvez até se canse com a viagem, você enfrenta o percurso sem pensar em dar meia volta e retornar ao ponto de partida. Ou seja, você não anuncia aos quatro ventos sua incapacidade de realizar a jornada. Você aceita a distância entre o ponto de partida e o lugar para onde deseja ir e continua seguindo na direção dele. Você sabe o que deve fazer e faz o que é necessário. O mesmo acontece com o trajeto entre o lugar onde você está agora e aquele aonde deseja chegar” (pág. 50)

 

Quando você passa muito tempo desejando algo, seu poder de atração é muito maior do que quando pensa nisso pela primeira vez. E, também, quanto mais o seu desejo for específico, mais poderosa será sua força mental, por isso que é importante detalhar o passo a passo de como atingir aquilo que deseja.

 

Já tentou todas essas técnicas e ainda não deu certo?

Não deixe de ler nossa próxima publicação então! Terá mais dicas e técnicas para que você consiga “virar sua chave mental”.

 

REFERÊNCIAS:

HICKS, Jerry e Esther. Peça e será atendido – Aprendendo a manifestar seus desejos. Rio de Janeiro. Editora Sextante, 2007.